Quando o desânimo vem…

0

Oi queridas, faz um tempinho que não faço um post como este. Confesso que andei desanimada em certas áreas da minha vida, as vezes parece impossível prosseguir… Não sei se é hormonal, físico ou espiritual, mas as vezes não dá vontade de levantar da cama. Que atire a primeira pedra quem nunca passou por isso!

A correria do dia a dia, casa, filhos, realmente cansa, mas imagina se não tivesse nada disso, quão vazia seria a minha vida. Estamos num momento delicado, uma crise forte batendo as portas, de nós brasileiros, e agora, mais do que nunca é preciso ser forte!

Então você se vê num turbilhão de emoções, sentimentos e não sabe para onde correr. Ganha peso, perde o ânimo e aí? Vai querer perder mais o que minha filha??? NADAAAAAA…. NÃO QUERO PERDER MAIS NADA NA MINHA VIDA, A NÃO SER ALGUNS QUILOS INDESEJÁVEIS! rsrsrs

Acho que é a crise dos 50 batendo a porta. Tem dias parece que não está bom, se estou aqui, queria estar ali e vice-versa, algo que nunca está a contento, é tão estranho que nem consigo explicar. Tive dengue em março, depois dela, durante uma semana tive uma depressão e angústia profunda, minha psicóloga disse que é normal, conversei com muita gente que teve dengue e contou que também passou por isso. Depois ainda veio a queda de cabelo. Perdi metade dos fios que tinha na minha cabeça! Ainda bem que estão crescendo de novo, já pensou?! Mas a tristeza causada vai saindo aos poucos.

Bem somando prós e contras, creio que esse turbilhão de emoções fazem farte de nós mulheres em alguma fase da vida. Minha filha mais velha mora fora, agora estou me preparando para a caçula bater asas no próximo ano e tudo isso vai juntando e acumulando na mente e jácontar viu né… É difícil dar conta de tudo. Mas com fé em Deus e força de vontade tudo vai se ajeitando.

Graças à Deus que cheguei até aqui e pretendo continuar firme e forte e com a cabeça erguida. Nós mulheres muitas vezes precisamos ser fortes por nossos filhos, maridos, e pra quem mais chegar! Como já dizia Eramo Carlos, “dizem que a mulher é o sexo frágil, mas que mentira cabeluda”… Pois é, ele tem razão, e como tem!

Gostaria de partilhar esses sentimentos, se você passa por crise de idade, ou algo parecido escreva, vamos contar sua história e assim vamos nos ajudando mutuamente, que tal?

Bem, a vida não é só glamour e festas, o fogão me espera para pilotá-lo, ou ninguém almoça nesta casa hoje! Grande beijo!

 

 

Nenhum comentário foi feito ainda.

Deixe uma resposta ou comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *