Como anda o seu sono?

2

Você tem dificuldade para dormir? Eu confesso que eu tenho, e muito! As vezes passo a noite inteira rolando na cama… Mas, eu sempre fiquei no ipad até tarde, com TV ligada e tudo mais! Agora estou aplicando essas regrinhas e não é que o sono tem melhorado! Mais do que dormir, precisamos ter boa qualidade de sono. Um sono que descanse e reponha o que perdemos durante o dia. Afinal, quem quer acordar com a pele feia e olheiras no dia seguinte? Se você também sofre deste mal, siga estas regrinhas e depois me conta, tá? Bom sono!!

Schlaflos mit Uhr in der Nacht. Frau kann nicht schlafen.

O sono é um fenômeno natural, uma necessidade do organismo. Toda pessoa necessita dormir para repor as energias físicas e mentais. Um sono de boa qualidade reflete-se em todos os campos da atividade humana. Tanto a quantidade de horas dormidas quanto sua qualidade são fundamentais a uma boa saúde. O número de horas dormidas depende muito de cada tipo de pessoa, considerando um sono de boa qualidade. Alguns com quatro horas de sono sentem-se bem. Outros necessitam dormir pelo menos dez horas. A maioria das pessoas, porém, dorme em média seis a oito horas por noite. O importante é cada um conhecer seu ritmo e tentar segui-lo. Podemos dizer que o sono que se passa da forma mais contínua possível, profundo e relaxante, é que permite à pessoa “recarregar as suas baterias” e acordar bem disposta, física e mentalmente.
Tá difícil emagrecer? Então avalie como andam suas noites. A privação de sono faz cair a produção de leptina, o hormônio da saciedade. Quem não dorme como deveria tende a exagerar nas refeições e ainda tem pouca disposição para se exercitar. O excesso de peso, aliás, costuma ser acompanhado pela apneia, distúrbio marcado por roncos e interrupções na respiração durante a noite. Cerca de 50% dos obesos sofrem dessa doença, que contribui para perpetuar os quilos a mais.
Dormir bem faz com que:

– a pele descanse e as células regeneram-se com mais facilidade;

– a vista descanse de forma profunda fazendo que a rodopsina, um pigmento sensível à luz, regenere-se, de maneira que os olhos se recuperam do esforço realizado durante o dia. Além disso, ajuda a eliminar as olheiras.

– a respiração seja mais profunda, o que facilita a oxigenação das células.

– o sistema imunológico descanse, diminuindo o risco de stress e infecções, além de controlar a hipertensão.

– o sono também se retarda a frequência cardíaca para que as células coronárias e os tecidos possam se consertar: é o momento em que nosso organismo libera a melatonina e o hormônio do crescimento para desenvolver estas tarefas.

Dormir bem também ajuda a controlar a diabetes tipo2 já que aumenta os níveis de açúcar no sangue como consequência do mesmo cortisol. O descanso é fundamental para melhorar a atividade intelectual. O cérebro precisa destas horas de desconexão para processar toda a informação acumulada durante o dia. Também ajuda a emotividade, de maneira que liberta emoções inconscientes que de outro modo ficariam reprimidas.Uma atividade psicomotora não pode se executar convenientemente se o cérebro não está descansado.

Para se ter uma boa noite de sono é preciso seguir algumas regrinhas!

1.Tenha um horário regular para dormir, pois isso faz com que o corpo “se acostume”, o que facilita o adormecer. Para alguns cientistas, só se deve deitar na hora em que realmente se resolveu dormir.

2. O local deve ser confortável, escuro, silencioso e sereno. Isso permite pegar logo no sono e permanecer nele. Algumas pessoas gostam de ouvir música (deve ser suave e só instrumental) ou ler um livro (não deve ser uma história emocionante, pois isto deixará a pessoa ligada e afastará o sono). Após fazer sexo, costuma haver um relaxamento que induz o sono.

3. O colchão deve ser firme (não necessariamente duro) não permitindo ao corpo afundar-se, dobrando-se e forçando a coluna.

4. A melhor posição para dormir é de lado, com as pernas semi-dobradas. O travesseiro deve ficar da altura do pescoço, dentro do conforto de cada um. Usar roupas leves, frouxas e de tecido macio, como o algodão.

5. Os exercícios físicos, como esportes ou caminhadas, devem ser feitos regularmente e ajudam a relaxar a musculatura, mas deve-se terminar no máximo até duas horas antes de ir para a cama, permitindo ao corpo relaxar naturalmente.

6. Evite o uso de café, chá-preto, mate forte ou bebidas como as “colas”, todos possuidores de cafeína e outros alcalóides, que podem ter efeito excitante e impedir a pessoa de entrar no sono. Quem tem muita sensibilidade à cafeína, não deve usar tais bebidas após às 14 horas.

7. Deitar com a barriga cheia ou após comer refeições de digestão lenta (carnes e gorduras, principalmente) atrapalham o sono.

8. Não execute atividades complexas antes da hora de ir deitar. Você não conseguirá dormir facilmente logo depois de executar cálculos complexos ou planejar as finanças da família. Se você conhecer técnicas de relaxamento, meditação, exercícios respiratórios, etc., pratique-os! Senão, adote atitudes que você sabe que lhe ajudam a relaxar.

9. Não assista TV na cama (especialmente antes de dormir), não leve o notebook, tablet ou celular para o quarto, evite até mesmo ler deitado nela. Se você já tem o hábito de ver TV na cama, mas ultimamente tem tido insônia, tente passar uns dias sem ligar a TV no quarto.

10. Um quarto confortável é um facilitador do sono. Vire seu colchão regularmente, elimine desníveis e rangidos, tenha lençóis e fronhas confortáveis, troque-os com regularidade suficiente, tenha um despertador que permita dormir sem a preocupação de que irá perder a hora, ajuste a temperatura como necessário para ter conforto térmico. Evite iluminação desnecessária- uma boa cortina ou blackout é um investimento na qualidade do sono – luz do ambiente externo pode ser um fator importante para atrapalhar o sono. Se você tem aparelhos eletrônicos no quarto, desligue todos. Os leds dos computadores, estabilizadores, impressoras etc, produzem luz suficiente para atrapalhar.

11. Evite soníferos e calmantes, procure primeiro outras alternativas. De modo geral, medicamentos para dormir deveriam ser usados apenas a curto prazo – o uso frequentemente geralmente acaba se tornando ineficaz após algum tempo. Nunca se automedique, e se você sentir que sua medicação está perdendo o efeito, procure o seu médico – não aumente a dose sozinha.

12. Uma sesta ou soneca de até 15 minutos após o almoço podem fazer maravilhas pela sua produtividade. Se você pode se dar este luxo, faça sempre que tiver vontade! Mas não durma por longos períodos durante o dia, isso prejudica o sono noturno e ajuda a aprofundar crises de sono continuadas.

sono 2

 

2 Comments
  • Fabiana
    abril 9, 2015

    Adorei o blog e a matéria Rosi! Caiu como uma luva pra mim, que durmo pouco e trabalho muito! rsrs. Bjs! Fabi

  • Helena Manginelli
    abril 14, 2015

    Parabéns,estou adorando seu blog
    Muito interessante as matérias
    Bjos

Deixe uma resposta ou comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *